Bandeiras

Jolly Roger é nome dado às típicas Bandeiras Piratas, mais concretamente à típica bandeira cujo fundo é preto e tem uma caveira branca com dois ossos cruzados!!!


Thomas Tew (1962)

Conhecido como Pirata de Rhode Island, era um corsário inglês do século XVII que tornou-se um pirata. 

Henry Avery (1694)
Inglês conhecido na história como "um dos maiores piratas de sempre". Possuiu vários pseudônimos, como John Avary, Long Ben e Benjamin Bridgeman.

Emmanuel Wynn (1700)
Pirata francês do século XVIII, considerado frequentemente o primeiro pirata a hastear a Jolly Roger.Seu desenho incorporou uma ampulheta sob os ossos para representar que o tempo estava se esgotando.

Barba Negra (1716)
Edward Teach foi um pirata inglês que navegava pelo Caribe e na costa leste das colônias da América. Considerado um dos maiores piratas da Era Dourada.

Stede Bonnet (1717)
Foi um pirata barbadiano, também conhecido como "O pirata cavalheiro". É lembrado, entre outras coisas, pelo fato de ter sido parceiro do famoso pirata Barba Negra.

John Rackham (1720)  
Pirata inglês durante do século XVIII. Seu apelido (Calicô Jack) surgiu graças às roupas coloridas feitas de “calicô” que ele sempre vestia. É lembrado por empregar em sua tripulação as duas mulheres piratas mais notórias de seu tempo, Anne Bonny e Mary Read. 

Edward England (1720)

Nascido Edward Seegar, foi um célebre pirata irlandês que atuou no oceano Índico e na costa da África de 1717 e 1720. Entre os navios no qual navegou estão o Pearl (que ele renomeou de The Royal James) e, posteriormente, o Fancy, pelo qual a Inglaterra trocou o Pearl em 1720. Sua bandeira era a clássica Jolly Roger, com uma caveira sobre dois fêmures num fundo preto.

Edward Low (1720)
Foi um temido pirata inglês durante os últimos dias da Época Dourada da Pirataria, no início do século XVIII.

Bartholomew Roberts (1722)
Nascido John Roberts, também conhecido como Black Bart, foi um pirata galês que teve grande atividade entre 1719 e 1722, atacando e apresando navios ao largo das costas das Américas e da África Ocidental. Foi o pirata mais bem sucedido da Era Dourada da Pirataria.


Referências Bibliográficas

COUTO, Sérgio Pereira. A história secreta dos piratas. São Paulo: Universo dos livros, 2006.

MIGUENS, Silvia. Breve história dos piratas. Tradução de Marcelo Maneo. Rio de Janeiro: Versal, 2014.

SHELLEY, Klein. Os piratas mais perversos da história. Tradução de Magda Lopes. São Paulo: Planeta do Brasil, 2007.



Nenhum comentário:

Postar um comentário